voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Professores compartilham experiências de intercâmbio no exterior

Por Ítalo Marcos
- 10/09/2019 12:55:00
347 acessos imprimir

 

Eles participaram de programas de intercâmbio e irão multiplicar seus conhecimentos com outros professores

 

 

Cerca de 10 professores de inglês da rede estadual de ensino que participaram de programas de intercâmbio no exterior estiveram com o superintendente executivo da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), professor José Ricardo de Santana, para compartilhar as experiências vivenciadas e os conhecimentos adquiridos durante o período de intercâmbio, alguns nos Estados Unidos, outros no Canadá.

 

Estiveram na reunião professores que participaram dos programas de intercâmbio: Fulbright DAI, Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos EUA (PDPI) e Curso de Aperfeiçoamento para o Colleges and Institutes Canada (CICan), além da diretora do Departamento de Educação (DED), Ana Lúcia Lima Muricy, e das técnicas da Assessoria Internacional da Seduc, Nádia Cardoso e Célia Gil.

 

De acordo com a técnica da Assessoria Internacional, Nádia Cardoso, os professores fizeram cursos de aperfeiçoamento no idioma inglês e de metodologias de ensino, e isso trará benefícios para a rede estadual. "Eles aplicarão novos projetos em suas escolas e também irão também relatar suas experiências e disseminar esses conhecimentos adquiridos em workshops que estão sendo organizados, ainda sem data definida, para outros professores de inglês da rede estadual de ensino", disse.

 

Ainda segundo Nádia Cardoso, os professores intercambistas também contribuirão com o Currículo de Sergipe, já que a experiência e os conhecimentos trazidos do exterior não envolvem apenas aprendizado, mas também metodologias mais modernas e dinâmicas de ensino.

 

Experiência e novos conhecimentos

 

A professora Maria Joselice Santana ensina Arte no Colégio Estadual Barão de Mauá, em Aracaju. Ela esteve no Canadá, no período de 3 de julho a 31 de agosto, através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), e disse ter trazido na bagagem boas experiências e novos conhecimentos. "O foco maior no Canadá é nas metodologias ativas, centradas no aluno, através das quais os professores são mediadores da aprendizagem. Achei muito válido, uma vez que já trabalho desta forma no Barão de Mauá, e os alunos já têm esse tipo de vivência. A BNCC também traduz essa metodologia ativa e, como contribuição, vamos conduzir oficinas para outros professores para sermos multiplicadores dessas habilidades e competências", disse.

 

Quem também participou foi o professor de inglês Américo Nascimento Silva, que ensina no Colégio Estadual Amélia Lima Machado, em Brejo Grande. Ele esteve nos Estados Unidos no período de junho a agosto, através do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos EUA (PDPI). Ele disse ter sido bem interessante conhecer novos professores, tanto brasileiros quanto norte-americanos, e poder aprender novas formas de passar o conhecimento do idioma para os estudantes.

 

"Pude compartilhar as metodologias que utilizamos aqui e aprender as que eles usam lá, adquirindo conhecimentos sobre outras formas de ensinar. Tivemos aulas intensas e no final, apresentamos os projetos que desenvolvemos lá. Achei incrível essa experiência, porque é uma grande oportunidade que o governo nos dá. Os meus alunos ganharão uma maior diversidade em sala de aula, pois voltei com várias ideias novas para usar em sala", declarou ele, explicando que aplicará o seu projeto na escola em que atua.