voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Censo Educacional chega ao município de General Maynard

Por Ítalo Marcos
- 10/06/2019 13:03:00
624 acessos imprimir

Ação é feita através da parceria entre a Seduc e o Ministério Público


A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e o Ministério Público Estadual (MPE) realizaram na manhã desta segunda-feira, 10, mais uma edição do Censo Educacional, desta vez no município de General Maynard, localizado no Leste Sergipano. A solenidade de abertura aconteceu no Colégio Estadual Maria da Conceição Santana e contou com a presença de promotores de Justiça, secretários e autoridades convidadas. A ação tem como objetivo identificar crianças e adolescentes fora da escola, além de indivíduos que não têm registro de nascimento ou que necessitem de educação especial.

A coordenadora do Censo Educacional pela Seduc, professora Selma Siqueira, destacou que é de grande importância o trabalho realizado pelo Censo Educacional. “Ao longo dos últimos vinte anos, 35 mil jovens foram encontrados fora da escola, todos convocados e reconduzidos à sala de aula. Encontramos, por exemplo, problemas na questão do transporte escolar das crianças que vinham da zona rural para a cidade, e isto auxiliou os prefeitos a melhorarem essa questão do transporte”, afirmou.

O promotor de Justiça Alexandro Sampaio Santana declarou que o Censo Educacional é um programa bem-sucedido, que vem sendo desenvolvido em parceria do MP com a Seduc há quase 20 anos. “A gente tem feito uma forma de recensear, não por amostragem, mas por visita a cada domicílio, para que com esses dados a gente possa voltar aqui com soluções.  A fim de que essas pessoas identificadas fora de sala de aula sejam verdadeiramente acolhidas pelas redes de educação, que as pessoas com necessidades especiais possam também ser reintegrados, e que pessoas acima de 18 anos que não tiveram oportunidade de estudar possam ser integradas, através da Educação de Jovens e Adultos”, explicou.

Visitas nos domicílios
 
Ao todo, 1.007 famílias foram visitadas pelos recenseadores, 831 dos quais são da zona urbana e 176 da zona rural, no Povoado Pinga Fogo. As visitas foram feitas por alunos das escolas públicas e agentes de saúde, com o intuito de identificar crianças e adolescentes que estão fora da escola, além de não alfabetizadas, pessoas com necessidades especiais e pessoas que não têm certidão de nascimento. No final do mês de julho acontecerá o Pós-Censo, quando serão divulgados os resultados obtidos nessa primeira fase.

A secretária de Educação de General Maynard, Adriana Silva Santos, disse estar satisfeita com a realização do Censo Educacional no município. “No dia de hoje está sendo feita uma verdadeira busca ativa. Eventuais crianças e adolescentes que foram identificados fora da sala de aula serão automaticamente chamados para que possam se matricular. Iremos em busca do Conselho Tutelar para nos dar um suporte, a fim de que esses alunos possam ingressar na escola e que a taxa de analfabetismo do nosso município diminua”, disse.

Valdir Silva Santos, secretário de Saúde, também demonstrou a necessidade desta ação no município. “O Censo Educacional é também de interesse da nossa pasta da Saúde. Precisamos saber se há pacientes que precisam da educação inclusiva, para que possamos ver toda a logística necessária para atendê-los”, afirmou.

A aluna Wítala Kaylanne Souza Menezes participou do Censo Educacional pela primeira vez, como recenseadora. “É necessário a gente fazer essas entrevistas em cada residência para saber a quantidade de crianças em cada casa, se precisam de escola, se estão sem estudar, se tem alguém analfabeto, para que possamos ajudar. Isso trará muitas melhorias para o nosso município”, disse.