voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Projeto desperta o interesse pela Matemática em alunos do Centro de Excelência Maria Ivanda de Carvalho Nascimento

Por Ítalo Marcos
- 08/01/2019 13:33:00
347 acessos imprimir

Atividade serviu para mostrar que a matemática pode ser fácil de aprender

Para fazer com que a matemática deixe de ser considerada difícil, os alunos do ensino médio integral do Centro de Excelência Professora Maria Ivanda de Carvalho Nascimento, em Aracaju, participaram na manhã desta terça-feira, 8, do projeto "Uma Jogada Matemática". A atividade, coordenada pelo professor Jonas Fernandes da Silva, teve início há dois meses, quando os estudantes revisaram alguns conteúdos e confeccionaram jogos com o intuído de ensinar os assuntos de maneira mais divertida.

No pátio da unidade de ensino, os alunos se dividiram em grupos, cada qual apresentando seus jogos relativos a algum conteúdo matemático. Para confeccionar os jogos, eles utilizaram materiais como tabuleiro de damas, garrafas pet, argolas, baralhos, dominós, maquetes, entre outros. A diretora Adriana Hora afirmou que essa atividade auxilia os alunos no conhecimento da disciplina. "Essa já é a segunda edição do projeto. Através dele, os estudantes se aprofundam nos estudos, utilizam materiais reciclados e colocam em prática a teoria que estudaram em sala. Podemos ver aqui o envolvimento de toda a escola", declarou.

Cada grupo ficou responsável por um jogo matemático, através do qual precisa aplicar um conteúdo pré-determinado, tanto do ensino fundamental quanto do ensino médio. De acordo com o professor Jonas Fernandes, a ação deu aos alunos uma visão menos estigmatizada da matemática. "Nossa proposta é fazer com que eles sejam protagonistas dos seus projetos de vida. Eles puderam aplicar os conteúdos estudados em sala de aula nos jogos que eles mesmos criaram. Queremos fazer com que a matemática deixe de ser considerada uma vilã e passe a ser divertida; que o aluno consiga aprendê-la sem muita dificuldade", afirmou.

Jogos Matemáticos

Os jogos eram os mais diversificados possível. O grupo que apresentou a Batalha Naval encontrou um jeito divertido de ensinar equação do 2º grau. Já quem apresentou o Jogo da Memória ensinou um pouco sobre potenciação e raiz quadrada, conteúdos geralmente estudados entre o 6º e o 9º ano do ensino fundamental. Figuras geométricas também foram outro assunto abordado.

O projeto envolveu alunos e também professores de outras áreas. Os estudantes que participaram, além de confeccionarem os jogos, também fizeram uma pesquisa sobre a biografia de matemáticos que foram notáveis no desenvolvimento dos conhecimentos aplicados aos jogos.

"Fizemos um bingo baseado na Equação do 2º Grau. Criamos a dinâmica do jogo e demos a oportunidade a pessoas que não costumam utilizar a matemática no seu cotidiano de uma maneira mais divertida. Acredito que todo mundo acaba aprendendo ou relembrando o assunto. Interagindo através do jogo, as pessoas absorvem melhor o conteúdo e acabam aprendendo mais", disse Raíssa Silveira Barbosa.

O seu colega, Marcos Rafael Barreto Silva, também compartilhou da mesma opinião. "A gente aprende de uma forma divertida. Em vez de ficar resolvendo equações, que é algo chato, fizemos um joguinho para as pessoas terem mais vontade de interagir com a matemática", explicou.

A aluna Alice Santos elogiou bastante a iniciativa do projeto. "Estou gostando de aprender mais sobre os matemáticos e sobre os conteúdos de maneira lúdica. É uma oportunidade de a gente também ensinar aos nossos colegas. As pessoas acham que a matemática é difícil, mas quando a gente participa de um projeto desse, vê que ela é fácil", afirmou. Já o seu parceiro de grupo, Francisco Ranieres, disse que "essa ação vem dinamizar o conteúdo que a gente estuda e faz com que a matemática fique divertida".