Notícia do Portal

06/11/2018 15:33 (399 acessos)

Gestores da educação estadual discutem o uso das tecnologias no processo de ensino e aprendizagem

 

Por Lívia Lessa


Gestores das Diretorias Regionais de Educação (DREs) estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 6, no Complexo Administrativo e Pedagógico da Secretaria de Estado da Educação, em Aracaju, com os representantes do Instituto Paramitas, o diretor Nilton Rodrigues,  e a assistente de projetos,  Ana Silva Conceição de Oliveira, com o intuito de discutirem acerca das ações do Projeto Aula Digital. A diretora do Departamento de Educação (DED) da Seed, Ana Lúcia Lima da Rocha Muricy Souza, também participou da reunião.

 

"Uma das competências estabelecidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) a  serem desenvolvidas com nossos estudantes é a capacidade de compreensão, utilização e criação de tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética. Quando trabalhamos com os alunos também estamos desenvolvendo nos professores essa competência. Neste contexto, todo o processo do Projeto Aula Digital passa pela formação desses docentes; ou seja, há um comprometimento e responsabilidade no que se refere à capacitação", elucidou Ana Lúcia Muricy.

 

O diretor do Instituto Paramitas, Nilton Rodrigues, reconheceu que Sergipe teve uma boa adesão ao projeto, no que se refere ao número de unidades escolares. "Essa realidade demonstra o comprometimento do Governo do Estado, por meio das ações da Seed, em procurar implementar ações efetivas que fomentam melhorias na qualidade de ensino. O Aula Digital promove importantes mudanças nas práticas de aprendizagem", disse.

 

Projeto Aula Digital


O Projeto Aula Digital visa facilitar o acesso à educação de qualidade para crianças em risco de vulnerabilidade social, baseado em quatro pilares: Inspirar (Formação continuada de professores); Experimentar (Formação em serviço de educadores); Personalizar (Equipamentos, Plataforma e Conteúdos Digitais) e Ir Além (Fortalecimento do Ecossistema de Inovação). A iniciativa apoia educadores das redes estadual e municipal com formação continuada, acesso a um ambiente de aprendizagem e conteúdos pedagógicos digitais.  

 

Atualmente o Aula Digital atende a 469 escolas públicas, 113 das quais são da rede estadual, com envolvimento de 649 professores e 14.033 estudantes.

 

A iniciativa chegou a Sergipe há um ano e beneficia os seguintes municípios:   Aracaju (DEA); Indiaroba e Arauá (DRE 1);  Lagarto, Simão Dias e Poço Verde (DRE 2); Itabaiana, Ribeirópolis, Malhador e Areia Branca (DRE 3); Capela e Carmópolis (DRE 4); Cumbe, Nossa Senhora das Dores e Siriri (DRE 5); Gararu, Nossa Senhora de Lourdes e Porto da Folha (DRE 7); Itaporanga d'Ajuda, Laranjeiras, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão (DRE 8); Feira Nova  (DRE 9).

 

Conteúdos pedagógicos digitais

 

"O objetivo do programa é fazer com que os alunos aprendam ainda mais. Com a iniciativa, propomos uma discussão inicial pautada na inovação educativa onde o educador irá repensar as suas práticas, a partir das reflexões do papel do professor", esclareceu a assistente de projetos do Instituto Paramitas. De acordo Ana Silva Conceição de Oliveira, o Aula Digital prevê, também, visitas regulares de formadores às escolas para acompanhamento do processo de aprendizagem, além de suporte online. "Esses conteúdos já estão embasados no que preconiza a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Com a utilização dos recursos tecnológicos é possível potencializar a aprendizagem do aluno", complementou.

 

O projeto oferta conteúdos pedagógicos digitais, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem colaborativo e intuitivo para docentes e estudantes, com assuntos de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Tecnologia e Cidadania. 

Voltar à página anterior