Notícia do Portal

14/06/2018 07:52 (399 acessos)

Alunos da rede pública participarão de programa de imersão cultural na língua inglesa

Os dois semifinalistas estaduais do Programa Jovens Embaixadores 2017, alunos do Atheneu Sergipense, visitaram o secretário de Estado da Educação para relatar suas expectativas em relação à viagem que farão à Brasília, para participar do English Immersion USA Program

 

O secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto, recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira, 13, Letícia Rocha e Caio Henrich, estudantes sergipanos que representarão Sergipe no English Immersion USA Program, uma iniciativa de intercâmbio desenvolvida pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, em parceria com a Casa Thomas Jefferson.

 

Eles são os representantes de Sergipe por terem sido os finalistas do Programa Jovens Embaixadores 2017. Letícia cursa a 3ª série do ensino médio no Centro de Excelência Atheneu Sergipense e Caio Henrich, embora calouro do curso de Direito da Universidade Federal de Sergipe, era aluno da escola quando participou do processo de seleção do PJE 2017.

 

A visita dos alunos ao secretário foi coordenada pela técnica da Assessoria Internacional da Secretaria de Estado da Educação (AI/Seed), Célia Gil, e pelo professor Daniel Lemos, gestor escolar do Atheneu Sergipense.

 

Esses dois estudantes sergipanos viajarão a Brasília no próximo dia 1º e permanecerão na capital do país até o dia 7 de julho. Ao longo desse período, explicou Célia Gil, os alunos participarão, junto com estudantes de todo país, de atividades do programa relacionadas ao aprendizado da língua inglesa, à história, geografia, cultura e sociedade dos EUA. "A Seed, por meio da Assessoria Internacional, ofereceu orientação e acompanhamento a esses alunos em todas as etapas do programa", ressaltou.

 

O secretário Josué Modesto, ao conversar com os estudantes, reafirmou o apoio da secretaria estadual de Educação às iniciativas de intercâmbio para alunos da rede pública e destacou que a participação deles é sempre muito importante. "A vitória de vocês é a nossa, pois trabalhamos para que os alunos da rede pública tenham sucesso em suas vidas. Não tenho dúvida de que participaram de uma experiência belíssima nesse intercâmbio".

 

Referência

 

De acordo com o professor Daniel Lemos, o Atheneu Sergipense tem se tornado uma referência na aprovação de alunos em programa desenvolvidos pelo Congresso Nacional e pela Embaixada dos EUA. Em 2017, afirma o gestor escolar, além de uma estudante finalista, que fez o intercâmbio no país norte-americano, outro aluno do Atheneu, semifinalista, participou do English Immersion Program em Brasília. Agora, mais uma vez, dois alunos nossos selecionados para esse programa de imersão na língua inglesa. Esse intercâmbio em Brasília irá complementar as experiências que eles vivenciam e vivenciaram na escola em projetos como o nosso Clube de Inglês e expandirá os horizontes desses alunos", destacou.

 

Expectativas

 

Letícia Rocha concorda com o professor Daniel Lemos e afirma que o Clube de Inglês instalado pelos professores da disciplina da escola, foi o ponto de partida "tanto para aprender o idioma quanto para a inscrição e participação no programa Jovens Embaixadores". Aluna dedicada, aos 16 anos Letícia ainda não se decidiu quanto ao curso a estudar na graduação de nível superior, mas sabe que dará continuidade aos estudos ao concluir o ensino médio. "Nesse intercâmbio, eu quero conhecer pessoas novas, melhorar minha fluência na língua inglesa e aprender mais sobre outra cultura", disse a aluna.

 

Para Caio Henrich, o Atheneu foi fundamental em sua aprovação para o curso de Direito da Universidade Federal de Sergipe. Na escola, além de uma boa formação, o estudante teve, também, apoio para participar de programas de intercâmbio, como o Jovens Embaixadores. "Agora é hora de expandir meus horizontes, fazer novas amizades e melhorar meu entendimento da sociedade e a minha fluência na língua inglesa", disse o ex-aluno do Atheneu.

 

Jovens Embaixadores

 

Iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, em parceria com organizações públicas e privadas, dentre elas o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED), o Programa Jovens Embaixadores é um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos para estudantes brasileiros de destaque na rede pública de ensino.

 

A experiência de ser um Jovem Embaixador oferece a esses excepcionais estudantes a oportunidade de expandir seus horizontes, ao mesmo tempo em que eles auxiliam no fortalecimento dos laços de amizade, respeito e colaboração entre o Brasil e os Estados Unidos.

 

O programa visa fortalecer o ensino público por meio desses alunos, transformando-os em modelos para as suas comunidades.

 

Voltar à página anterior