Notícia do Portal

11/05/2018 12:03 (411 acessos)

BNCC: Encontro discute elaboração da primeira versão do currículo escolar sergipano

Por Lívia Lessa

 

Representantes da Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) se reuniram na manhã desta sexta-feira, 11, para discutirem acerca da construção da primeira versão do currículo escolar sergipano. O encontro aconteceu nas dependências do Departamento de Educação/Secretaria de Estado da Educação (DED/Seed), no Complexo Pedagógico e Administrativo, em Aracaju.

 

A Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da BNCC no Estado conta com a participação, envolvimento e colaboração dos representantes da Secretaria de Estado da Educação (Seed), União Nacional dos Dirigentes dos Munícipios de Educação de Sergipe (Undime), Conselho Estadual de Educação (CEE), União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), Universidade Federal de Sergipe (UFS), Instituto Federal de Sergipe (IFS), Federação dos Estabelecimentos Particulares do Estado de Sergipe (Fenen) e Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema). A Coordenação desta comissão é exercida de forma paritária entre a Seed e Undime.

 

A diretora do DED, Ana Lúcia Muricy, explica que a elaboração do currículo sergipano conta com a participação dos coordenadores de etapas e redatores. De acordo com ela, a BNCC estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera desenvolver pelos alunos ao longo da escolaridade básica.

 

"Ao falarmos da criação deste documento contamos com a representatividade de educadores de todos os componentes curriculares. É imprescindível ressaltar que a elaboração do currículo sergipano é um trabalho de construção coletiva, todos os municípios aderiram a este regime de colaboração. Neste contexto, muito antes da implementação e homologação da BNCC, a Seed compreende como de extrema importância as parcerias com as secretarias municipais", expôs Ana Lúcia Muricy.

 

Ainda de acordo com a diretora, até o dia 31 de maio os estados apresentarão a primeira versão do currículo. "Este conteúdo ficará disponível para consulta pública para que os interessados possam encaminhar sugestões. Estas recomendações serão avaliadas pelos redatores", complementou.

 

Reunião 

 

O professor de matemática e representante da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Adailson de Jesus Silveira, explica que representantes dos Conselhos Estadual e Municipais de Educação fizeram parte de todo o trabalho de implementação da BNCC. "Neste momento, eles irão participar na articulação nas redes estadual, municipais e privada. A atuação de todos será alinhada de acordo com o plano de trabalho apresentado neste encontro. Sergipe é o primeiro estado da Federação a realizar a reunião com os articuladores dos Conselhos", anunciou.

 

Para a presidente do CEE, Luana Boamorte, os momentos de discussões e reflexões são importantes para fortalecer ainda mais o regime de colaboração. Além disso, é mais uma oportunidade para deixar este processo de elaboração do currículo ainda mais transparente e democrático.

 

"O CEE já participa desde da mobilização, antes mesmo da homologação do documento que aconteceu no dia 20 de dezembro de 2017.  Neste segundo instante, que se inicia agora, de construção do currículo, o CEE continua sendo um agente participativo", esclareceu Luana Boamorte.

 

O presidente da Undime, Thiago Carvalho, reconhece que o trabalho realizado por Sergipe é referência para os outros estados. "É enriquecedora essa parceria. Vale comentar que a colaboração entre o Estado e Munícipio é essencial para a elaboração do currículo sergipano", afirmou.

 

Compartilhando desta mesma opinião, o professor Inácio Santos, coordenador estadual da UNCME, elogiou o trabalho realizado e ainda destacou que a colaboração entre Estado e Municípios é de suma importância no que se refere a paridade.

 

"Participamos desde o início na formação da Comissão e o envolvimento de todos é fundamental para a construção do currículo. Todas as entidades envolvidas estão demonstrando comprometimento neste trabalho", evidenciou, o coordenador estadual da UNCME.

 

BNCC

 

A BNCC é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Nesta conjuntura, a implementação da BNCC está prevista na Meta 2 do Plano Nacional de Educação (PNE).

 

De acordo com o é determinado na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), ela deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

Voltar à página anterior