Notícia do Portal

09/02/2018 09:43 (382 acessos)

Semana de Arte movimenta dia letivo do Colégio Estadual Governador Augusto Franco

Desde a última sexta-feira, 02, que os alunos e professores do Colégio Estadual Governador Augusto Franco, no bairro Santos Dumont, em Aracaju, realizam atividades referentes à I Semana de Artes CEGAF. O evento começou com um Encontro Literário, organizado pela professora Maria Helena Macedo, e finaliza nesta sexta-feira, 9, com um grito de carnaval.

 

Para o diretor do Colégio, Moisés Alves, o evento só foi possível por conta do empenho dos professores. "É preciso dar os parabéns a todos os professores que estão empenhados no desenvolvimento deste projeto no Cegaf", diz.

 

Na segunda-feira, 05, o artista Elias Santos ministrou uma oficina de Desenho Realístico. As técnicas de desenho e a biografia de Elias levaram os alunos para uma verdadeira viagem na história da arte do mundo, do Brasil e de Sergipe. "Eu nasci nesse bairro e é uma feliz coincidência estar aqui para ministrar essa oficina", disse o artista. Promovida pelas professoras Eclair Costa e Zildenê Pires, o minicurso serviu como um incentivo para incentivar os talentosos desenhistas da escola.

 

Os alunos do ensino médio da tarde apresentaram uma Feira de Ciências com experimentos da Física, Química e Biologia. "É a oportunidade dos alunos saírem do abstrato e colocarem em prática o que aprendem na sala de aula", explica, o professor Marcos Antônio, organizador da feira.

 

Em continuidade ao evento, na terça-feira, 06, a coordenadora Débora Oliveira reuniu os estudantes no auditório para a reprodução do CineCegaf, uma mostra de cinema.

 

Já na quarta-feira, 07, os alunos Erika Santos e Everton Silva, do 9º da EMF Presidente Vargas, levaram para os 6º anos do Augusto Franco uma Oficina de Cordel. O professor Marcelo Souza se empenhou para apresentar o melhor da cultura sergipana aos estudantes. "É importante que os alunos tenham acesso à cultura que é, muitas vezes, esquecida pela sociedade, mas que no seu tempo foi importante no desenvolvimento social de muita gente. Foi meio de alfabetização e até de notícias. Apresentando isso para os alunos podemos suscitar em alguns um dom que as vezes nem eles sabem que tem", garante.

 

Literatura de Cordel e Grafitagem

 

Na quinta-feira, 08, o dia começou agitado. Chiquinho do Além Mar e Zezé de Boquim inundaram o pátio com suas histórias - de vida e de cordel - animando os presentes. Zezé destacou o fato de que aprendeu a ler por meio da Literatura de Cordel e Chiquinho aproveitou para lançar rimas e mostrar seu trabalho.

 

Enquanto isso, o artista popular AleFake ensinava a arte da Grafitagem numa das oficinas mais concorridas da semana. "O Grafite surge dessa estética da pichação, mas não é a mesma coisa", ensinou. 

 

Animados, os alunos puderam experimentar o uso das tintas em algumas paredes da escola, trazendo um novo colorido para o ambiente escolar. "A arte não só alegra, como também expande a visão de mundo daqueles a que é apresentada. Quando idealizamos esta oficina, queríamos cobrir as paredes da escola com cores. Hoje vimos que cobrimos o rosto dos alunos com sorrisos, isso é gratificante", revela a professora Cris Abreu. "É um esforço enorme colocar em prática uma oficia como esta. As professoras Eclair e Zildenê e a coordenadora Débora perseveraram junto comigo para que tudo ocorresse na mais perfeita ordem", completa.

 

O publicitário, professor de cinema e músico Werden Tavares conversou com os estudantes sobre cultura sergipana, coordenando um animado debate sobre música e cinema. No pátio da escola, o grupo da oficina de teatro terminava o últimos ensaios para a apresentação que será nesta sexta-feira, 08. Dirigidos pela professora Cris Abreu, os meninos e meninas estavam confiantes no sucesso da apresentação. "Essa peça é muito engraçada, o pessoal vai rir bastante", garante Nicole Eduarda, uma das personagens de destaque da peça.

 

Entusiasmada, a professora Maria Helena Macedo concluiu: "Escola é isso: movimento. É ação, partilha. Que bom compartilhar desse movimento". 

 

 

Voltar à página anterior