Notícia do Portal

10/01/2018 16:23 (258 acessos)

Técnicos da Educação participam de formação para discutir implementação da Base Nacional Comum Curricular

Por Lívia Lessa

 

Educadores, técnicos e assessores das secretarias Estadual e Municipais e os membros da Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) se reuniram na manhã desta quarta-feira, 10, no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional José Figueiredo Barreto, na capital sergipana, com o objetivo de discutir a implementação da BNCC.

 

Durante o evento, houve a apresentação de um documento e foram analisadas as estratégias e a elaboração de um plano de ação para a discussão da Base na escola.

 

"Cumprindo a proposta de trabalhar em regime de colaboração com os municípios, convidamos os técnicos das secretarias municipais do Estado para participarem deste momento de formação para a construção de uma proposta curricular sergipana. Essa discussão tem que ser feita com o professor, mas para chegar até os educadores faz-se necessário a elaboração de um plano de ação", disse a diretora do Departamento de Educação (DED), Gabriela Zelice.

 

Formações 

 

Ainda segundo a diretora, o ano de 2018 acontecerá diversas formações para os técnicos e, posteriormente, para os professores das redes estaduais e municipais. "A BNCC é um referencial e entendemos que é de extrema importância a participação ativa dos docentes para garantir a autonomia da escola e educadores", complementou.

 

O professor de Matemática Adailson de Jesus Silveira e representante da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) afirma que por conta do regime de colaboração, Sergipe saiu na frente no que tange a implementação da BNCC. "Esses encontros são de extrema importância para dirimir as possíveis dúvidas. Além disso, as redes começarão a se familiarizar com o documento e compreender a diferença entre Base e currículo. O papel do estado e munícipios é este: apresentar de forma transparente o documento que foi homologado para que dessa forma a construção do currículo sergipano conte com a contribuição de todos", comentou. 

 

Para o técnico e representante da Secretaria de Educação Municipal de Santa Rosa de Lima, Manoel Arnaldo Bispo Filho, a formação é um momento enriquecedor. "Os municípios necessitam deste apoio do Estado, este alinhamento é necessário. Agradeço a contribuição da Seed", disse.

 

Compartilhando desta mesma opinião, a técnica e representante da Secretaria de Educação Municipal de General Maynard, Adriana Silva Santos, afirmou que é necessário realizar encontros como este. "Essa parceria entre Estado e municípios  é enriquecedora. Sendo assim, a construção do currículo acontecerá de forma democrática", afirmou.

 

Regime de Colaboração

 

Sergipe, por meio das ações Seed, avança na implementação da Base Comum Curricular (BNCC) se tornando referência como modelo a ser seguido por outros estados da Federação. A implementação da BNCC acontecerá pautada no regime de colaboração com os municípios. Dessa maneira, a Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da BNCC no Estado realiza diversos encontros e reuniões para discutirem a elaboração da Proposta Curricular.

 

Conforme salienta Gabriela Zelice, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) pactua com as secretarias municipais para construir uma proposta curricular. Ela esclarece que Base não é currículo. "A partir deste documento normativo que serão elaborados os currículos das redes. Dessa maneira, já começamos a estudar e nos preparar para realizar a construção curricular", explicou.

 

BNCC

A homologação da BNCC aconteceu no dia 20 de dezembro de 2017 pelo pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. Trata-se de um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996).

 

Ela deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

 

A BNCC estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera desenvolver pelos alunos ao longo da escolaridade básica. Orientada por princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. A Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

 

Gabriela Zelice relembra que a implementação da BNCC está prevista na Meta 2 do Plano Nacional de Educação (PNE). "O documento irá nortear as práticas pedagógicas e ainda garantir a equidade na aprendizagem", evidenciou.  Conforme a diretora, antes da implementação foram realizados diversos debates, inclusive com consulta pública no site do MEC. "A Base não é uma obra de um governo. Vale mencionar que a sua elaboração teve início em 2014", disse.

 

Desde 2015 a Base começa a ser elaborada e no ano 2016 a Seed realizou seminários regionais para levar para os professores o conhecimento do documento. Ainda em 2016, o Ministério da Educação realizou Seminários Estaduais, houveram audiências públicas nas cinco regiões do Brasil e em seguida o documento foi homologado.  No ano passado foram realizados diversos encontros com os grupos de estudos e membros da comissão. O ano de 2018 serão realizados mais encontros para fomentar a discussão e reflexão e a previsão é que em 2019 se inicie a implantação do documento.

 

Confira o cronograma das reuniões

 

DRE

DATA

HORÁRIO

LOCAL DA REUNIÃO

MUNICÍPIOS CONVIDADOS

 
 

DEA

10/1/18

09h

AUDITÓRIO DO  CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL JOSÉ FIGUEIREDO BARRETO

ARACAJU

 

DRE 08

Itaporanga D'ajuda, São Cristovão, Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras, Riachuelo, Santa Rosa de Lima, Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas.

 

DRE 04

Muribeca, Capela, Rosário do Catete, Maruim, General Maynard, Carmópolis, Pirambu, Japaratuba e Muribeca.

 

DRE 01

11/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL (Estância - Praça Barço do Rio Branco, s/nº - Centro )

Pedrinhas, Itabaianinha, Tomar do Geru, Cristinápolis, Indiaroba, Umbaúba, Arauá, Santa Luzia do Itanhy e Estância.

 

DRE 02

11/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL ( Lagarto - Travessa Coronel F. Garcez, s/nº - Centro)

Poço Verde, Tobias Barreto, Simão Dias, Riachão do Dantas, Boquim, Salgado e Lagarto

 

DRE 06

12/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL (TCA Centro Empresarial)

Aquidabã, Canhoba, Amparo do São Francisco, Telha, Cedro, Malhada dos Bois, Propriá, São Francisco, Japoatã, Pacatuba, Neópolis, Santana do São Francisco, Ilha das Flores e Brejo Grande

 

DRE 03

16/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL (Itabaiana - Av. Otoniel Dória, 456- Centro)

Carira, Pinhão, Pedra Mole, Macambira, São Domingos, Campo do Brito, Frei Paulo, Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida, Ribeirópolis, Moita Bonita, Malhador, Areia Branca e São Miguel do Aleixo.

 

DRE 07

17/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL ( Gararu - Av. Presidente Costa e Silva, s/nº )

Porto da Folha, Gararu, Itabi e Nossa Senhora de Lourdes.

 

DRE 05

18/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL (Nossa Senhora das Dores - Praça Joel Nascimento, s/n - Centro)

Graccho Cardoso, Cumbe, Nossa Senhora Das Dores, Siriri E Divina Pastora.

 

DRE 09

18/1/18

09h

SEDE DA REGIONAL (Rua Manoel Bezerra Lemos, 147, Bairro Divinéia)

Feira Nova, Nossa Senhora Da Glória, Monte Alegre De Sergipe, Poço Redondo E Canindé Do São Francisco.

 

 

 

 

 

Voltar à página anterior