Notícia do Portal

08/01/2018 09:36 (176 acessos)

Ações da Secretaria de Estado da Educação fomentam o desporto escolar em Sergipe

Mudanças nos Jogos da Primavera, continuação das ações nos Centros de Esportes e incentivo aos jovens atletas na participação de competições

 

Por Lívia Lessa

 

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio das ações do Departamento de Educação Física (DEF), apresentou a nova estrutura da 35º edição dos Jogos da Primavera e para repetir a receita do sucesso nas competições locais e nacionais continua com as ações nos Centros de Esportes que voltam às atividades normalmente a partir do dia 15 de fevereiro.

 

O secretário de Educação, em exercício, o professor Everton Siqueira, destaca que o Governo do Estado através da Seed não mede esforços no que tange o fomento do desporto escolar, incentivo e descoberta dos novos talentos.  Para ele, os benefícios da prática esportiva vão além do bem-estar físico é importante também a nível educacional e formativo para crianças e jovens.

 

"Na perspectiva pedagógica a prática da atividade física colabora do desenvolvimento motor e intelectual dos discentes. Além disso, o que os estudantes aprendem como a importância do ter foco, dedicação, disciplina, trabalho em equipe levam para os outros âmbitos da vida, inclusive no bom desempenho nos estudos", salienta Everton Siqueira ao destacar a relevância da prática esportiva com instrumento educacional.

 

A diretora do DEF, Maria Auxiliadora Pires, evidência a importância do apoio logístico da Seed para viabilizar a participação dos atletas em eventos regionais e nacionais. "São poucos estados no Brasil que valorizam o desporto escolar como acontece em Sergipe. É claramente perceptível que a gestão do secretário Jorge Carvalho compreende a atividade esportiva como um elemento complementar na formação dos jovens", afirmou.

 

No ano de 2017 Sergipe contou com diversas vitórias e para este ano o DEF já apresenta e se prepara para as mudanças nos Jogos da Primavera e Jogos Escolares da Juventude.  Os Jogos da Primavera são uma iniciativa do Governo do Estado de Sergipe. Neste contexto, a Seed é a organizadora e executora do evento. Em 2018, com a nova estrutura das competições não serão em momentos distintos, ou seja, para as categorias A - de 12 a 14 anos -  e B - de 15 a 17 anos. As disputas serão em um único período.

 

O chefe do serviço de esportes, Gladston Lisboa, explica que dentre as mudanças haverá um primeiro momento destinando ao processo seletivo do futsal masculino para ambas as categorias, nesta fase envolve mais de 300 equipes e acontecerá tanto na capital, quanto no interior. "Logo em seguida, na segunda etapa irá classificar 24 equipes", comenta.

 

A segunda etapa do XXXV Jogos da Primavera será seletiva das modalidades coletivas - basquetebol, futsal, handebol e voleibol - para a Etapa Regional dos Jogos Escolares da Juventude 2018 nas duas categorias.

 

Gladston Lisboa esclarece que as mudanças na formatação dos Jogos da Primavera foram para atender as adequações também ocorridas nos Jogos Escolares da Juventude. "Na primeira fase dos Jogos Escolares da Juventude que serão selecionados os que representarão Sergipe na etapa nacional", diz.

 

A terceira etapa dos XXXV Jogos da Primavera - final geral -  será para a categoria infantil, de 10 a 11 anos, para as modalidades atletismo, badminton, ginástica artística e ginástica rítmica, na categoria A e B, os estudantes irão competir nas modalidades: atletismo, badminton, basquetebol, ciclismo, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, karatê, luta olímpica, natação, paratletismo, paranatação, tênis de mesa, voleibol de praia e xadrez.

 

Ainda segundo Gladston Lisboa, os atletas sergipanos obtiveram um excelente desempenho nas Paralímpiadas Escolares 2017. "Nossos estudantes fizeram bonito no atletismo, judô e natação e para 2018 os professores irão intensificar os treinos para mais uma vez obter resultados exitosos", afirma.

 

Confira o cronograma das competições

 

ETAPA / FASE

INSCRIÇÃO

REALIZAÇÃO

1ª Etapa XXXV Jogos da Primavera - Seletiva do Futsal masculino categoria "A" 12 a 14 anos e categoria "B"  15 a 17 anos para a 2ª Etapa dos Jogos da Primavera 2018

15 de abril a 15 de maio

De 28 maio a 25 de julho

2ª Etapa XXXV Jogos da Primavera - Seletiva das modalidades coletivas (Basquetebol, Futsal, Handebol e Voleibol) para a Etapa Regional dos Jogos Escolares da Juventude 2018, categoria "A" 12 a 14 anos e categoria "B" 15 a 17 anos

De 1 a 30 de junho

De 1 a 17 de agosto

Fase 1 Jogos Escolares da Juventude 2018 - Seletiva Regional das modalidades: Basquetebol, Futsal, Handebol e Voleibol

categorias 12 a 14 e 15 a 17 anos

12 a 16 de setembro de 2018

A definir

12 a 16 de setembro

3ª Etapa XXXV Jogos da Primavera - Final Geral - Categoria "Infantil" de 10 a 11 anos para as modalidades Atletismo, Badminton, Ginástica Artística e Ginástica Rítmica; Categoria "A" de 12 a 14 anos e categoria "B" 15 a 17 anos para as modalidades - Atletismo, Badminton, Basquetebol, Ciclismo, Futsal, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Karatê, Luta Olímpica, Natação, Para-atletismo, Paranatação, Tênis de Mesa, Voleibol, Voleibol de Praia e Xadrez.

De 1 a 25 de agosto

De 20 de setembro a 20 de outubro

Fase 2 Jogos Escolares da Juventude 2018 - Etapa Nacional

categorias 12 a 14 e 15 a 17 anos, classificados da fase regional nas modalidades coletivas + modalidades individuais

12 a 25 de novembro de 2018

A definir

De 12 a 25 de novembro

Paralimpíadas Escolares 2018

São Paulo/SP

De 19 a 24 de novembro

 

Resultados expressivos

 

No ano de 2017 a rede pública estadual foi bem representada tanto nas competições locais, quanto nos eventos nacionais.  Na primeira fase dos Jogos da Primavera - destinada para os estudantes da categoria A - participaram aproximadamente 4 mil alunos das redes pública e privada.  No quadro de troféus na modalidade individual no ciclismo a Escola Estadual Leandro Maciel, em Rosário do Catete, foi a campeã. Já na modalidade coletiva, no futsal feminino, o Colégio Estadual Nelson Rezende de Albuquerque, no povoado São Mateus, em Gararu, subiu ao pódio; na paranatação, o primeiro lugar ficou com a Escola Estadual João Bosco de Andrade Lima, em Aracaju. Na ginástica artística, o terceiro lugar foi para a Escola Estadual 8 de Julho, em Aracaju.

 

Na categoria B participaram cerca de 12 mil estudantes.  Assim, em 2017, os Jogos da Primavera nas duas etapas, movimentaram 16 mil atletas, 10% do número de alunos matriculados neste ano foram na rede estadual de ensino. No atletismo pela primeira vez os estudantes tiveram a oportunidade de participarem da competição numa pista oficial, com piso sintético, na Universidade Tiradentes (Unit).

 

No que se refere ao quadro de troféus da categoria B, as unidades de ensino da rede pública estadual fizeram bonito em diversas modalidades esportivas. No atletismo o grande campeão foi o Colégio Estadual Nelson Mandela, em Aracaju; no badminton o primeiro lugar ficou com o Colégio Estadual Ivo do Prado, na capital; no ciclismo o grande destaque mais uma vez foi para Rosário do Catete, com o Colégio Estadual Leandro Maciel; na ginástica artística o vice- campeão foi o Colégio Estadual Poeta José Sampaio;  na luta olímpica o terceiro lugar foi para o Colégio Estadual Leandro Maciel, em Aracaju; no karatê, Estância levou o terceiro lugar, com o Colégio Estadual Arabela Ribeiro;  na natação o terceiro lugar ficou com o Centro de Excelência Atheneu Sergipense, em Aracaju; no xadrez a disputa foi acirrada entre as escolas da rede estadual de ensino, o primeiro lugar ficou com o Colégio Estadual João Costa, em Aracaju, e o terceiro com o Colégio Estadual Felisbelo Freire, também na capital; no handebol masculino mais uma vez Estância leva o título de campeã com o Colégio Estadual  Senador Walter Franco e no Voleibol Masculino o terceiro lugar ficou com o Colégio Estadual Deputado Elísio Carmelo, em São Cristóvão.

 

No futsal feminino o Colégio Estadual Senador Walter Franco, em Estância, mais levou troféus e o terceiro lugar foi da Escola Estadual Monsenhor Rangel, em Aracaju; no handebol feminino, o Colégio Estadual Secretário Francisco Rosa Santos, em Aracaju, levou o terceiro lugar.

 

Nos Jogos Escolares da Juventude participaram aproximadamente 400 atletas sergipanos, na faixa etária de 12 a 17 anos - categorias A e B -, e mais uma vez os estudantes da rede estadual obtiveram bom desempenho.

 

Os estudantes atletas de badminton da Delegação Sergipana foram os melhores na categoria dupla mista e na dupla masculina, da etapa de 12 a 14 anos, da maior competição esportiva estudantil do País, realizada na cidade de Curitiba no Paraná.  Nas outras modalidades, tanto na categoria A, quanto B, Sergipe também obteve resultados expressivos.

 

Na Luta Olímpica, a atleta Ester Mota, aluna do Centro de Esportes da Seed, conquistou o terceiro lugar e trouxe a medalha de bronze da competição, assim como fez o ciclista Kaik Alessandro Feitosa, aluno atleta do Colégio Estadual Joaquim Vieira Sobral, em Aracaju, que ficou com o terceiro melhor tempo na prova de contrarrelógio. No Xadrez, Luiz Henrique Silva, aluno atleta do Colégio Estadual José, Barreto Fontes, em Nossa Senhora do Socorro, ficou com a quarta melhor colocação da competição, no torneio convencional, disputando com alunos de todos os estados brasileiros, do Distrito Federal e de Curitiba (delegação anfitriã).

 

O quarto melhor resultado da prova de Pentatlo, no Atletismo, foi conquistado também pela Delegação Sergipana, com a atleta Barbara Caroline dos Santos, aluna do Colégio Estadual Nelson Mandela, localizado em Aracaju. No futsal feminino, Sergipe levou o bronze. O time  formado pelas alunas do Colégio  Estadual Nelson Rezende - unidade de ensino localizada no povoado São Mateus, zona rural do município de Gararu -enfrentou as alunas atletas do estado de Roraima na disputa pelo terceiro lugar e venceu a partida por sete gols a zero.

 

Já na categoria B, Sergipe finalizou a participação com um total de 11 medalhas nas disputas individuais. No xadrez o destaque ficou com o aluno Railton Oliveira Santos de Jesus, do Colégio Estadual Professor João Costa. Ele ganhou uma medalha de bronze na categoria Blitz.. O grande destaque ficou com as meninas da Ginástica Rítmica. Pela primeira vez em 12 anos, Sergipe subiu ao pódio nessa modalidade. Ao todo foram cinco medalhas. A aluna Ihane Vitória ganhou bronze nos aparelhos maça e arco, e uma de prata no aparelho mola. Ela ainda obteve uma medalha de prata por ter sido a vice-campeã geral individual, e mais uma medalha de prata por equipe, formada por ela, pela aluna Vitória Kamilly e pela professora Gracyelle Albuquerque. Elas representaram o estado pelo

Colégio Millennium.

 

Houve ainda duas medalhas de bronze no judô, sendo uma do aluno Lucas Leandro, no peso leve, e outra de Whitney Neto, do Instituto Dom Fernando Gomes. Os atletas de tênis de mesa conquistaram três medalhas de bronze, nas categorias equipe masculina, com os alunos Guilherme Almico e João Paulo, equipe feminina (Anne Beatriz e Brenda Macena), e dupla feminina (Anne Beatriz e Brenda Macena).

 

Na Paralímpiadas Escolares Brasileira mais uma vez o Estado se destaca. A delegação paralímpica, em sua oitava participação no evento, conquistou um saldo final de 56 medalhas. Com este resultado, Sergipealcançou o 4º lugar no quadro geral de medalhas. O Governo do Estado, por meio da Seed, através das iniciativas do DEF, possibilitou que 27 alunos atletas participassem das Paralímpiadas Escolares, além dos estudantes, seis treinadores, quatro técnicos do DEF, dois atletas guias, um médico, três acompanhantes, três staffs e um fotógrafo da Assessoria de Comunicação (Ascom/Seed), totalizando 45 pessoas representaram a delegação sergipana na competição.

 

Oficinas para os professores de Educação Física

 

Dentre as ações estratégicas do DEF está a capacitação dos educadores. Ao longo de 2017 o DEF realizou diversas Oficinas para os docentes nas Diretorias Regionais de Educação (DREs).  As atividades são ministradas por professores da rede estadual bem como por profissionais indicados pela federação de esportivas.

 

A técnica do DEF, Marilene Mendes, comenta que as oficinas têm como objetivos ampliar a compreensão sobre as modalidades esportivas que compõem a grade de conteúdo do componente curricular. "Os encontros favorecem o enriquecimento da prática pedagógica docente, com os conhecimentos permite expandir o repertório de conhecimento motor, afetivo, intelectual e cognitivo dos alunos. Além disso, fortalece a parceria entre DREs, Federações Esportivas e DEF", declara.

 

As oficinas são desenvolvidas ao longo de três dias, com a carga horária de 21 horas, de maneira a favorecer o aprofundamento teórico e prático de cada modalidade esportiva.

 

Confira o cronograma das oficinas esportivas:

DRE

DATA

LOCAL

MODALIDADE

MINISTRANTE

01

28/02/18

 

Estância

Atletismo

Carlos Antônio do Nascimento

08/03/18

Xadrez

Silvia Menezes

23/03/18

Badminton

Gladston Lisboa

02

26/01/18

 

Lagarto

 

Atletismo

Carlos Antônio do Nascimento

23/02/18

Xadrez

Silvia Menezes

16/03/18

Badminton

Gladston Lisboa

 

05

 

05/02/18

 

Dores

 

Atletismo

Carlos Antônio do Nascimento e Antoniel dos Santos

05/03/18

Badminton

Gladston Lisboa

08

08,10 e 12/01/18

 

 

Nª. Srª.  do Socorro

 

Atletismo

Carlos Antônio do Nascimento, Antoniel dos santos  e Antônio Ferreira

15,17 e 19/01/18

Badminton

Gladston Lisboa e Wendel Mota

22, 24 e 26/01/18

Xadrez

Silvia Menezes

09

24/02/18

Canindé

 

Badminton

Gladston Lisboa

24/03/18

Xadrez

Silvia Menezes

 

As DRE 3, DRE 5 e DRE 6 já receberam as oficinas esportivas nas modalidades de xadrez em 2017 e a DRE 9 participou da capacitação em Atletismo.

 

XIX Encontro Estadual de Educação Física

 

"O DEF este ano dará continuidade as discussões relevantes a construção do currículo do nosso Estado através do XIX Encontro Estadual de Educação Física com o Tema Central: Educação Física no Currículo da Escola de Tempo Integral: reflexões sobre a Base Nacional Comum Curricular", afirma Marilene Mendes.  O evento acontecerá em dois momentos:  no período de 13 a 15 de abril e de 27 a 29 de abril. 

 

O XIX Encontro Estadual de Educação Física tem como propósito promover reflexões sobre a Base Nacional Comum Curricular e a Lei Nº 13.415 de 16/02/2017 no âmbito da disciplina Educação Física, discutir a formação inicial docente diante da normatização da BNCC para o ensino fundamental, analisar a proposta de ensino médio em tempo integral do estado de Sergipe na esfera da educação física e promover discussões sobre a Educação Física com foco no componente curricular e nos Projetos de área e Projetos Esportivos.

 

Centro de Esportes Escolares

 

Neste ano também serão intensificadas as ações desenvolvidas no Centro de Esportes Escolares. Conforme salienta Maria Auxiliadora Pires, os professores são preparados e oferecem um acompanhamento adequado aos alunos. "Os centros estão localizados nos bairros onde nossos alunos estudam. São quatro polos e 12 espaços", diz.

 

O Centro de Esportes Escolares é dividido em quatro polos e atende aproximadamente 900 estudantes durante o contra turno escolar.

 

Saiba quais são as modalidades e o local que acontecem as atividades:

Polo

Local

Modalidade

 

I

Colégio Estadual Augusto Franco

Atletismo

Escola de Esporte José Gerivaldo Garcia

Judô

Luta Olímpica

II

Escola Estadual Augusto Maynard

Ginástica Rítmica

 

Parque Oseas

Natação

Colégio Estadual General Siqueira

Judô

Parque Aquático Zé Peixe

Natação

III

Escola Estadual Francisco Souza Porto

Ginástica Artística

Parque da Sementeira e Universidade Federa de Sergipe

Atletismo

Vôlei de Praia

Clube da Caixa

Vôlei de Praia

IV

Escola de Esporte Kardec

Judô

Colégio Estadual Leandro Maciel

Judô

Atletismo

Tênis de Mesa

 

Para mais informações, entrar em contato com o DEF através dos telefones: 3194-3368 e 3194-3369.

Voltar à página anterior