Notícia do Portal

26/12/2017 07:25 (812 acessos)

Sergipe avança na implantação da Base Nacional Comum Curricular

Por Lívia Lessa

 

Os membros da Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Estado de Sergipe se reuniram na manhã desta sexta-feira, 22, no Departamento de Educação (DED), localizado no Complexo Pedagógico e Administrativo, em Aracaju. Na ocasião, o Grupo de Estudos apresentou os pontos relevantes da Resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE). Além disso, discutiu sobre a governança regional, a necessidade de alinhamento e reforçou a importância de fortalecer cada vez mais a comunicação articulada entre Estado e Municípios.

 

A diretora do DED, Gabriela Zelice, destacou a importância de estabelecer as parcerias com as redes estadual, municipal e privada para que dessa maneira, todos pensem as estratégias para promover os avanços no cenário educacional sergipano.

 

"Os Grupos de Estudos têm como objetivo consolidar ações de forma democrática", disse Gabriela Zelice, ao salientar que mesmo antes da homologação da BNCC, a Seed realizava encontro que permitiam as discussões e reflexões acerca da educação. "Por meio destes momentos, de maneira igualitária, criou-se um espaço de reflexão para mostrar que a BNCC deve ser articulada com os representantes das redes municipais", reforçou.

 

Regime de Colaboração

 

A implementação da BNCC acontecerá pautada no regime de colaboração com os municípios. Dessa maneira, a Comissão Estadual de Mobilização para a Implementação da BNCC no Estado realiza diversos encontros e reuniões para discutirem a a elaboração da Proposta Curricular de Sergipe.

 

O representante da União Nacional dos Dirigentes dos Municípios de Educação em Sergipe (Udime), José Thiago Alves de Carvalho, considera importante o trabalho conjunto. "Os municípios precisam se preparar e organizar porque a partir de 2019 já terá iniciado a implantação. Será a BNCC que norteará todo processo educacional brasileiro. Neste contexto, o regime de colaboração entre Estado e Municípios é fundamental no que tange a paridade. Assim, todos contribuem de forma igualitária", explicou.

 

Ainda de acordo com Carvalho, no ano de 2018 a proposta é ampliar ainda mais as discussões com os representantes de cada município. "Essa relação aberta e pautada no diálogo só comprova que a existe uma colaboração entre as instâncias envolvidas", afirmou.

 

O consultor da Fundação Lemann e coordenador da Comissão Estadual de Implementação da BNCC no Regime de Colaboração do Estado do Espírito Santo, João Paulo Cepa, destacou que em Sergipe um ponto positivo é essa boa relação entre as instâncias envolvidas. "Existe um desafio para a construção de um currículo que atenda ao estado de Sergipe. Essa articulação entre Seed e Undime é benéfica e torna-se visível essa parceria entre Estado e Municípios para promover a melhoria da qualidade do ensino", enfatizou.

 

BNCC

 

A homologação da Base Curricular Comum aconteceu nesta quarta-feira,20, pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. A Base é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996). A Base deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

 

A BNCC estabelece conhecimentos, competências e habilidades que se espera desenvolver pelos alunos ao longo da escolaridade básica. Orientada por princípios éticos, políticos e estéticos traçados pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. A Base soma-se aos propósitos que direcionam a educação brasileira para a formação humana integral e para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

 

Presenças

 

Estiveram presentes no grupo de estudos, o professor de matemática, José Robson Santana; a representante da Secretaria Municipal de Educação de Socorro, Andreza Silva Mattos; a coordenadora do Núcleo de Estudos, Pesquisas em Avaliação  e Currículo da Seed, Joniely Cheynne Moura Cruz; a técnica do Serviço de Ensino Fundamental da Seed, Maria José Barreto; representante da Udime, Adailson de Jesus Silveira e Simone Paixão da Coordenação de Articulação dos Municípios de Sergipe (Cogedam). 

 

 

Voltar à página anterior