Notícia do Portal

14/11/2017 16:08 (370 acessos)

Alunos atletas de Sergipe viajam a Brasília para participar dos Jogos Escolares da Juventude 2017


Com apoio técnico e logístico do Governo de Sergipe, mais de 100 alunos de escolas sergipanas participarão da segunda etapa da maior competição estudantil do país, que será realizada no Distrito Federal entre os dias 16 e 25 de novembro

Por Lucas Silva

 

A Delegação de Sergipe nos Jogos Escolares da Juventude 2017, para alunos atletas de 15 a 17 anos, organizada e coordenada pelo Departamento de Educação Física da Secretaria de Estado da Educação (Def/Seed), embarcou nesta terça-feira, 14, para Brasília, cidade-sede da segunda etapa nacional desta competição, que reunirá, a partir da próxima quinta-feira (16), na capital do país, quase quatro mil estudantes, de 1.357 escolas públicas e particulares de todos os estados do país, competindo nas 14 modalidades em disputa.

 

Ao todo, a Delegação de Sergipe nesta competição, chefiada pela professora Maria Auxiliadora Pires, diretora do Def/Seed, está composta por 157 integrantes, entre Alunos atletas, Professores/técnicos de modalidades, fisioterapeutas, jornalistas e técnicos do Departamento de Educação Física. Para tornar possível a participação da Delegação Sergipana nos Jogos Escolares da Juventude, explica Auxiliadora, "foi fundamental a sensibilidade e o empenho do secretário Jorge Carvalho, que não mede esforço quanto o assunto é fomento à prática do esporte escolar".

 

"Como resultado da política de apoio ao esporte escolar adotada pelo Governo de Sergipe, temos observado, nos últimos anos, conquistas importantes dos alunos atletas da rede pública estadual de ensino em competições nacionais de alto nível, alcançado posições de destaque nessas disputas", destaca a diretora do Def/Seed. Segundo afirma, isso demonstra a eficácia do trabalho desenvolvido pela Seed, "seja por meio de investimentos em infraestrutura, para construir, reformar e equipar espaços para prática esportiva, seja no apoio logístico para que esses alunos possam participar de competições fora do Estado".

 

Os Jogos Escolares da Juventude são o maior evento estudantil esportivo do Brasil. De abrangência nacional, a competição reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de todo o país. Atualmente, é tida como referência internacional. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de dois milhões de atletas e cerca de 4 mil cidades participantes.

 

A edição nacional dos Jogos Escolares contará com seis atletas do Japão, convidados pelo COB, que participarão das provas de atletismo e natação. Além destas modalidades, o evento terá disputas no badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, lutas, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez.  Ao todo, o evento envolve quase 6 mil pessoas, entre árbitros, voluntários e o Comitê Organizador.  

 

Expectativas

 

Com destino a sua primeira competição nacional, o judoca Marcelo Vitor, aluno do Colégio Estadual Paulino Nascimento e do Centro de Esportes da Seed, levou na bagagem a vontade de representar bem o Estado e conquistar vitórias. "Minha expectativa é voltar com medalhas, pois treinei bastante ao longo do ano e estou preparado para esta importante competição", afirmou o judoca, jovem promessa da modalidade em Sergipe.

 

Devido ao trabalho de preparação e treinos desenvolvido com os alunos da rede pública estadual que representarão o Estado disputando o Badminton, a professora Acácia Teles, técnica desta modalidade na Delegação de Sergipe, torce e acredita que os atletas sergipanos farão uma boa participação na competição. É o que pensa também o técnico do Ciclismo, Wagner Faccion, professor do Colégio Estadual Leandro Maciel. Segundo explicou, o time de ciclistas sergipanos, todos eles alunos desta escola, "está muito bem preparado e vai em busca de bons resultados".

 

"Vou dar o meu melhor para representar bem o meu Estado e conquistar medalhas. Queremos que as pessoas vejam que Sergipe é bom no esporte e principalmente no Badminton", afirma, convicta, Taislane Rodrigues Lima, aluna da rede pública estadual, treinada pela professora Acácia Teles no Colégio Estadual Ivo do Prado.

 

Categoria ‘A´

 

A primeira etapa dos Jogos Escolares da Juventude 2017, para alunos atletas de 12 a 14 anos, realizada na cidade de Curitiba, no Paraná, entre os dias 12 e 21 de setembro, também contou com a participação da Delegação de Sergipe, coordenada pelo Departamento de Educação Física da Seed, órgão do governo estadual responsável pela disponibilização do apoio técnico e logístico para que todo grupo, composto por 184 integrantes, pudesse se descolar ao Sul do país para participar desta competição.

 

Novos talentos

 

Tendo como principal objetivo a inserção social dos jovens por meio do esporte na escola, os Jogos Escolares também se consolidaram como o mais importante evento de detecção de talentos para o esporte nacional. Na delegação brasileira dos últimos Jogos Sul-americanos da Juventude, disputados em outubro deste ano, 53 atletas eram provenientes desta competição escolar. O Brasil conquistou 152 medalhas nas disputas dos Jogos Sul-americanos e muitos destes atletas estarão em Brasília. 

 

Nomes como Sarah Menezes, Mayra Aguiar, Hugo Calderano, Raulzinho, Ana Claudia Lemos e Leonardo de Deus, que integraram o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, também deram seus primeiros passos no esporte nos Jogos Escolares.

 

O exemplo positivo destes atletas que chegaram no auge também inspirará os novos talentos do esporte. O COB selecionou um time de craques para atuar como embaixadores no evento: Caio Bonfim e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), Fabiana Silva (badminton), Kelly Santos (basquete), Henrique Avancini (ciclismo), Lenísio Teixeira (futsal), Francielly Pereira (ginástica rítmica), Silvia Helena (handebol), Erika Miranda (judô), Laís Nunes (lutas), Joanna Maranhão (natação), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Fofão (vôlei) e Emanuel Rêgo (vôlei de praia). 

 

Além das competições, os jovens atletas terão à disposição em Brasília uma série de eventos paralelos. O programa sócio-educativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o país aos Valores Olímpicos. 

 

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio e do Governo de Brasília.

 

Com informações do Comitê Olímpico do Brasil.

Voltar à página anterior