Notícia do Portal

13/11/2017 11:13 (350 acessos)

Governo promove acolhimento aos alunos que prestaram o Enem no 2º dia de prova

Por Ítalo Marcos

 

 

O último domingo, 12, foi um dia decisivo para milhares de jovens e adultos que fizeram as provas no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio. Segundo dados do Inep, em Sergipe, 93.285 mil inscritos estavam aptos a participar da segunda etapa do Enem, cujas provas foram de Matemática e Ciências da Natureza. Desse total 66.512 compareceram  (percentual de 71.3%) e 26.773 se abstiveram (percentual de 28,7%) para a segunda prova.

 

Para dar mais tranquilidade aos alunos, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Educação, montou uma estrutura de acolhimento em aproximadamente 130 locais de prova em todo estado, sendo 20 somente em Aracaju.

 

Com o propósito de oferecer aos candidatos conforto nos minutos que antecederam a prova, a Seed montou barracas em frente aos locais de provas, recepcionando os alunos que chegavam. No acolhimento, os servidores de Secretaria de Estado da Educação entregaram água mineral e caneta preta transparente. Além dos servidores, muitos professores do Pré-Universitário também estiveram presentes para incentivar, acolher, prestar uma atenção e apoio motivacional aos estudantes.

 

Nas barracas de apoio da Seed, os candidatos aguardavam ansiosos a liberação dos portões de entrada. Muitos deles foram alunos do Curso Pré-Universitário, e destacaram que por causa dos aulões de revisão, estavam se sentindo mais preparados.

 

De acordo com o diretor do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), Fábio Leite, a expectativa é esse ano haja um aumento no número de aprovados entre alunos da rede pública. Ele ressaltou ainda a importância das revisões do Preuni.

 

"O programa Pré-Universitário está dando um novo norte. Através dele, as escolas estão acompanhando essa tendência de fazer aulões em dia de sábado, de cuidar mais do estudante que vai fazer o ENEM. A gente acredita nesses alunos e eu não tenho dúvida de que esse ano iremos bater recorde de aprovações.

 

Mais preparados

 

Após um ano inteiro de revisões, os alunos da rede pública que participaram dos aulões do Pré-Universitário disseram estar se sentindo mais preparados. "Hoje estou um pouco tensa, mas com mais confiança de que farei uma boa prova", disse Thaynan Barreto, que estuda no Dom Luciano e pretende fazer o curso de Nutrição.

 

O professor de matemática Flávio Santana compareceu à barraca da Seed montada em frente à Fanese, e foi dar o seu apoio aos estudantes. Para ele, os aulões do Preuni foram importantes para que os alunos pudessem chegar na prova com mais tranquilidade. "Foi um ano inteiro de revisões, a Seed investiu para que os alunos chegassem aqui preparados. É importante eles estarem tranquilos nesse momento. Vamos torcer pelo sucesso deles", declarou.

 

Jeferson Bruno Santos de Jesus quer cursar Medicina Veterinária. Aluno do Pré-Universitário da Seed, ele disse que as revisões tiraram muitas dúvidas que ainda tinha. "A equipe de professores é muito boa. Fui em todos os aulões. Eu não tinha condições de pagar um curso particular, então se não fosse o Pré-Universitário, eu não estaria tão preparado", afirmou.

 

Gabriella Lima Pinto estuda no Colégio Estadual Professor João Costa e sonha em cursar Direito. "Participei dos aulões. É uma preparação muito boa, algo que nunca tinha visto antes. Me ajudou bastante, pois vi conteúdos que eu não havia estudado e passei a me dedicar mais", disse. A mesma opinião foi compartilhada por Lúcio Moreira Pereira Júnior, que é aluno do IFS, mas que também estudou no Pré-Universitário. "Participei de todos os aulões. As revisões me ajudaram muito, obtive muitos conhecimentos, aprendi bem os conteúdos estudados e me sinto confiante para a prova", declarou.

Voltar à página anterior