Notícia do Portal

16/10/2017 16:20 (3070 acessos)

Seed divulga classificados nos prêmios Gestão Escolar e Professores do Brasil

 

Veja a lista dos professores e escolas classificados por ordem alfabética. Os primeiros colocados irão participar da etapa nacional em eventos promovidos pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação e Ministério da Educação

 

Por Avelar Mattos

 

A Secretaria de Estado da Educação irá divulgar no próximo dia 31 de outubro, por meio da Coordenadoria Estadual do Prêmio Gestão Escolar, os vencedores dos Prêmios Gestão Escolar 2017 e Professores do Brasil 2017. A solenidade de premiação será realizada no auditório da Faculdade Maurício de Nassau, em Aracaju, às 9h. Na manhã desta segunda-feira, 16, foram divulgados os nomes dos professores selecionados nas seis categorias e a relação dos 10 colégios da rede estadual de ensino que estarão concorrendo ao prêmio nacional.

 

Por ordem alfabética, os 10 colégios selecionados foram: Atheneu Sergipense, Dom Luciano José Cabral Duarte, Dr. Antônio Garcia Filho, Dr. Milton Dortas, João XXIII, José de Matos Teles, Manoel Messias Feitosa, Tobias Barreto e as Escolas Poeta Garcia Rosa e Deputado Djalma Lobo.

 

"No próximo dia 31, iremos conhecer as três primeiras colocadas que irão participar da premiação estadual e que farão intercâmbio dentro do Brasil; sendo que a primeira colocada vai participar da etapa regional e nacional", explica Jorge Costa, coordenador estadual dos Prêmios Gestão Escolar e Professores do Brasil.

 

De acordo com Jorge Costa, este ano, 86 escolas se inscreveram, mas apenas 42 delas finalizaram o processo de inscrição. "O Prêmio Gestão Escolar tem um instrumental de autoavaliação no qual a escola faz um diagnóstico da sua situação pedagógica, estrutural e dos indicadores do Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. A escola que está participando do prêmio tem compromisso com a gestão", disse Costa.

 

Ações planejadas


Para o coordenador estadual do Prêmio Gestão Escolar, o PGE é um instrumento de gestão em que a escola vai preparar o seu plano de ação em quatro dimensões: de pessoa, pedagógica, de patrimônio e de resultados da aprendizagem do aluno. "Caso a escola queira baixar o índice do IDEB, por exemplo, terá que planejar suas ações e reavaliar as práticas pedagógicas. Essas ações são planejadas a partir do diagnóstico que o instrumental do Prêmio Gestão Escolar propicia para essas unidades de ensino", ressaltou.

 

Costa lembrou que na edição passada, o Colégio Estadual Maria das Graças Menezes Moura, localizado no município de Itabi, conseguiu pela primeira vez trazer para Sergipe o Prêmio Gestão Escolar. "Este colégio ficou em primeiro lugar na etapa estadual, na regional e se tornou uma Escola de Referência no Brasil em Gestão Escolar 205/2016. E por isso, nós temos a grande responsabilidade de mandar uma escola sergipana para participar de uma competição em nível nacional", disse.

 

Consed


O Prêmio Gestão Escolar (PGE) realizado desde o ano de 1999 pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação é um estímulo à melhoria da gestão das escolas públicas brasileiras de educação básica, tendo como objetivo geral, contribuir para a garantia de uma educação pública de qualidade.

 

Professores do Brasil


O principal objetivo do Prêmio Professores do Brasil, uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC), é o de reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

 

Em 2017, o Prêmio está em sua 10ª edição. Os professores da educação básica se inscreveram enviando um relato de práticas pedagógicas desenvolvidas com seus alunos. "O relato foi avaliado e será selecionado para uma premiação estadual, regional e nacional. No dia 31 de outubro, iremos conhecer os professores selecionados nas seis categorias", disse Costa.

 

Selecionados


Por ordem alfabética, a Seed, a exemplo do Prêmio Gestão Escolar, também divulgou a lista dos educadores selecionados para o Prêmio Professores do Brasil.

 

Categoria Ensino Fundamental - Anos Iniciais - Ciclo de Alfabetização 1º, 2º e 3º Anos -  Gilvania de Jesus Passos dos Santos, da Escola Municipal Fundação Adelson Silveira Lima, do município de Santa Luzia do Itanhy. A professora apresentou o projeto "Inovando a Utilização de Filmes na Sala de Aula, para Melhorar a Escrita, a leitura e a Interpretação de texto; Kiara Ramos Gabriel, da Escola Municipal Acrísio Cruz, do município de Santa Luzia do Itanhy. A professora apresentou o projeto "Synapse: uma Metodologia de professores de Santa Luzia do Itanhy"; e Ozenilde de Souza Silva, da Escola Municipal Noruega, do município de Lagarto. A professora apresentou o projeto "Lê Campo - O Que eu Li, Ouvi e o Que eu Vi".

 

Categoria Ensino Fundamental - Anos Iniciais - 4º e 5º Anos - Joseane Carvalho Santos, do Colégio estadual Professor Fernando Azevedo, do município de Nossa Senhora das Dores. O professor apresentou o projeto "Vamos Ler? Vamos Lá?";  Maria Claudice Rocha Almeida, da Escola Municipal Paulo Rodrigues do Nascimento, do município de Lagarto. A professora apresentou o projeto "As Contribuições das Tecnologias da Informação e Comunicação na Aprendizagem de Alunos com Necessidades Educativas Especiais"; e Solange Melo Vilas Boas Oliveira, da Escola Reunidas 8 de Maio, do município de Aracaju. A professora apresentou o projeto "A Hora do Conto dos Pequenos Contadores de Histórias".

 

Categoria Ensino Fundamental - Anos Iniciais - 6º a 9º Anos - Andréia Dória Aragão, do Colégio Estadual Professora Maria das Graças Menezes Moura, do município de Itabi. A professora apresentou o projeto "Retextualizando Contos através de Hipercontos"; Cristiane Cardoso Barbosa Alves, do Colégio Estadual Professor Nilson Socorro, de Nossa Senhora do Socorro. A professora apresentou o projeto "Traçados: Transformando com Arte"; e Janaína Couvo Teixeira Maia de Aguiar, da Escola Estadual Cônego Filadelfo Oliveira, do município de Laranjeiras. A professora apresentou o projeto "Nos Trilhos do Patrimônio Cultural: Trabalhando com a Cultura Popular em Sala de Aula".

 

Categoria Ensino Médio - Fabiano Batista de Oliveira, do Colégio Estadual Dom Luciano, em Aracaju. O professor apresentou o projeto "Chico, Tom, Vinícius e Drummond - Quatro Sons, Quatro Dons - O Coração da Literatura Bate Aqui"; Jaime Rodrigues da Silva, do Colégio Estadual Edelzio Vieira de Melo, do município de Capela. O professor apresentou o projeto "A Compostagem como Estratégia de Ensino/Aprendizagem para Estimular a Reciclagem dos Resíduos Orgânicos (RSO) oriundos de Uma Feira Livre no Interior Sergipano"; e Michell Dean Alcântara Souto, do Colégio Estadual Joana de Freitas, do município de Propriá. O professor apresentou o projeto "Um, Dois, Três e Já! Atividade Física na Escola: Uma Prática Interdisciplinar".

 

Categoria Infantil - Creche. Kátia Siene Santos Dias, da Escola Municipal Dr. Fernando Guedes, do município de Aracaju. O professor apresentou o projeto "Musicahistoriando com a Contadora de História e sua Bonequinha de Pano"; e Sueli Vasconcelos Araújo Alves, da creche Vovô Jason de Góis da Silva, de Nossa Senhora do Socorro. A professora apresentou o projeto "Do Canto ao Conto: Estimulando o Prazer pela leitura com Bebês".

 

E na categoria Educação Infantil - Pré-Escola - Edilma Silva Santos, da Escola Municipal Deputado Euvaldo Diniz Gonçalves, do município de Areia Branca. A professora apresentou o projeto "Água; Sem Ela Não Vou Existir".

 

"Vamos premiar as boas práticas pedagógicas que os professores desenvolvem em sala de aula. Antes, eles participaram de um curso de formação de como registrar esses relatos. Este ano tivemos 40 projetos inscritos nas seis categorias. No ano passado, diretores e professores premiados foram para o estado de Pernambuco para conhecer as práticas de gestão. Pernambuco inclusive, deu um grande salto nos índices do IDEB devido as boas práticas pedagógicas que desenvolvem nas escolas", disse Costa.

Voltar à página anterior