Página Inicial
Notícia
24/10/2018 08:33
XXXV Jogos da Primavera encerram com promessas para competições a nível nacional

 

Com a entrega dos troféus aos campeões, a 35ª edição dos Jogos da Primavera encerrou mais uma temporada, nesta terça-feira, 23, com saldo positivo de medalhas e com promessas para os Jogos Escolares da Juventude, a ser realizado em novembro, em Natal (RN), e para as Paralimpíadas Escolares, a ser realizada em São Paulo (SP). A solenidade de encerramento aconteceu no Ginásio de Esportes do Centro de Excelência Estadual Dom Luciano, em Aracaju, e contou com alunos-atletas, técnicos, diretores de escolas e dirigentes desportivos.

 

Cerca de 8 mil alunos das escolas estaduais, municipais e particulares participaram dos jogos. Entres as escolas estaduais que mais pontuaram estão o CE Leandro Maciel (oitava geral no quadro de medalhas), de Rosário do Catete; CE Prof. Joaquim Vieira Sobral, de Aracaju, e o CE José Amaral Lemos, de Pirambu. O Instituto Dom Fernando Gomes ficou em primeiro lugar geral no quadro de medalhas, seguido pela Escola Bom Pastor e o Coesi, todas elas escolas da capital.

 

Para a diretora do Departamento de Educação Física da Secretária de Estado da Educação (DEF/Seed), professora Maria Auxiliadora Pires, a participação efetiva das escolas e os resultados, além da evolução dos alunos da rede estadual de ensino, foram determinantes para o sucesso dessa edição dos Jogos da Primavera.

 

"Esse ano tivemos um calendário apertado por conta da copa e do período eleitoral, mas, apesar disso, conseguimos com muito esforço cumprir todas as competições superando as expectativas", comemora a professora.

 

Ainda de acordo com a gestora, o calendário atípico ajudou a otimizar datas e reduzir gastos. "A gente procurou unir algumas categorias por conta do tempo, com isso foi possível conter os custos", destaca.

 

Representando o secretário de Estado da Educação (Seed), professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, a diretora do Departamento de Educação (DED), professora Ana Lúcia Muricy, parabenizou toda a comissão organizadora do evento e os alunos-atletas que participaram das competições. "O departamento realizou esse evento com maestria. É uma felicidade para nós gestores presenciar os resultados de um trabalho que transmite verdade e compromisso com o desporto escolar", parabeniza.

 

Classificados


A solenidade foi marcada por muita comemoração e no rosto de cada um demonstrava o sentimento de dever cumprido. As escolas envolvidas fizeram a festa e não esconderam a alegria de concluir essa fase classificatória para os Jogos Escolares da Juventude e Paralimpíadas Escolares desse ano.

 

A atleta Barbara Caroline dos Santos, aluna do 1° ano do ensino, do Colégio Estadual Presidente Nelson Mandela, conta que a meta é continuar com o ritmo de treino. "É sempre bom ter esse tipo de reconhecimento, meu objetivo é fazer o melhor, por isso continuarei com ritmo intenso de treinamento, mantendo o foco e crescendo mais e mais", festeja a atleta afirmando que tem o importante incentivo da escola e dos seus treinadores.

 

Recordista na modalidade atletismo, o paratleta Victor Barreto, aluno do Escola Estadual Senador Leite Neto, é um exemplo de superação. Seu treinador, professor Antônio Júnior, conta que Victor vem superando muitos desafios ao longo dos anos. "Ele é sensacional. Um paratleta que nos dá muito orgulho. Essa temporada dos Jogos da Primavera trouxe ótimos resultados para o Leite Neto, alguns encerram esse ciclo, e outros começam a preparação para a Paralimpíadas Escolares, nossa expectativa é sempre a melhor possível por que temos grandes talentos", enfatiza o professor.

 

Destaques


Entre as escolas estaduais que mais pontuaram está o Colégio Estadual Leandro Maciel, de Rosário do Catete, que acumulou ao longo da competição 7 medalhas de ouro, 12 de prata e 9 de bronze, totalizando 28 medalhas.

 

O ciclista Kaik Alessandro, aluno do Leandro Maciel, também prioriza o treinamento intenso para buscar o melhor resultado. "Geralmente temos somente um dia de descanso na semana, acredito que a disciplina é muito importante para alcançarmos nossos objetivos", destaca.

 

O treinador da equipe de ciclismo, professor Wagner Facion, atribui o sucesso do alcance de medalhas ao compromisso dos alunos atletas com o esporte. "O que ajuda o nosso trabalho é que eles são muito disciplinados. Fiquei feliz em saber dessa colocação e o objetivo é sempre superar as expectativas", pontua.

 

A escola que mais pontuou na competição foi o Instituto Dom Fernando Gomes (IDFG), de Aracaju. Foram 57 medalhas de ouro, 30 de prata e 27 de bronze, totalizando 114 medalhas.

 

Raquel de Alcântara, carateca e aluna do IDFG, foi premiada na primeira colocação da modalidade, ela reconhece que o trabalho de grupo é primordial na busca por bons resultados. "Acredito que só chegamos até aqui pelo empenho de todos que fazem a instituição, próximo ano pretendemos manter o nível e continuar nesse ritmo", ressalta.

 

Presenças


Participaram da solenidade a diretora do Departamento de Educação de Aracaju (DEA), professora Eliane Passos, a diretora da DRE7, professora Gilzete Dioniza de Matos, o presidente do Conselho Regional de Educação Física de Sergipe (CREF-SE), professor Gilson Dória, além de gestores do CE Dom Luciano e demais autoridades.


Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 
Clique para Ampliar
Foto: Ascom/Seed
 


Voltar